I can't live without your love
This theme was originally made by H-is ©
Eu posso ser engraçado se você quiser, inteligente e esperto, supersticioso, bravo, um bom dançarino, eu posso ser o que você quiser... só me diga o que você quer e eu serei aquilo pra você.
"Permita-se apaixonar.
O que você precisa meu amigo e algo pra amar.
Você precisa de uma paixão.
O que você precisa achar e algo que te alimente tanto, que te
ame tanto que você nem ao mesmo pense nas coisas que você perde disso.
Todas essas coisas que você descreve, que acha que esta
perdendo, são coisas que as pessoas estão procurando.
Coisas para amar.
Algo para joga-las completamente: mente, corpo e alma.
E isso que todos nos queremos, amor.
E quando eu digo amor, eu não necessariamente digo a união entre dois indivíduos.
Eu digo, paixão por algo na sua vida.
Quando coce tem paixão por algo, uma linha de estudo particular, ou atividade, ou vocação que você quer perseguir, você se torna apaixonado por aquilo.
Eu amo treinar!
Em ordem para…
Uma verdadeira manifestação do amor que você esta sentindo
diante de uma coisa particular ou pessoal para realizar isso,
você precisa montar uma linha de caráter, as virtudes da disciplina!
Escolha a coisa, por que você a ama.
E eventualmente você vai odiar, mais continue com ela do mesmo jeito, pois você fara o ciclo completo, amara essa coisa de novo, e se tornara uma versão mais forte.
E uma troca! Amor e uma troca.
O que eu peço a vocês e: parem de se apegar na necessidade de fechar suas emoções e sentimentos.
A verdadeira resposta fisiológica, espiritual no seu corpo, que esta acontecendo, que você reprime, isso e uma coisa que vocês precisam se lembrar.
As vezes você pega o seu coração, e o para.
A razão pela qual na o nos deixamos apaixonar. E por que sabemos como e ficar com o coração partido.
Então nós nos protegemos para nunca nos apaixonarmos de novo, e quando você se protege do amor coce não recebe amor, você recebe uma sombra do amor, e e isso que a maioria das relações hoje são: sombras de amor.
Ha outras formas de dependência que temos um com o outro.
E e por isso que a maioria das relações não aso funcionais, você
nunca se permite apaixonar. (Cair no amor)
Você precisa cair fundo, você precisa ficar estupido no amor, deixe acontecer com você, deixe. Va se machucar também!
E deixe isso acontecer de novo, e continue fazendo isso,
continue se expondo, continue ficando vulnerável, ao amor.
Pois mesmo sabendo que você pode se machucar, você vai
experienciar isso, a maioria das pessoas nunca experimentaram o amor.
E melhor ter amado, e perdido.
Do que nunca ter se permitido amar…"

posted on 3 hours ago · reblog
"

Você não sabia amar. Era delicada, linda, mas, no fundo, achava que o amor era somente beijos na porta de casa e mensagens lindas seguidas de reticências que pediam eternidade de resposta. Mas, não seríamos eternos se só nos disséssemos amar. A eternidade pedia mais que amores, pedia respeito e concessões, coisa que não nos faltava quando nos colocávamos no colo dos nossos sonhos.

Lembro que esses tempos, quando estávamos sentados em alguma pedra qualquer rente ao mar, eu lhe disse que o diálogo é a chave-mestra do amor. E que, como o silêncio, ele poderia desatar ou adiar sentimentos. Você ficou em silêncio alguns segundos e disse, sem motivos aparentes, que gostava dos meus olhos e que eu sabia usá-los muito bem. Naquele momento de silêncio e sorriso-surpresa te disse que os olhos servem para encarar e transpassar sentimentos a quem amamos, mas, também, para dizer quando necessário, que não existe nada mais gostoso do que beijos com muita vontade e pouca preocupação. Sentir o amor do outro pairando sobre nós é a melhor recompensa de viver. Ouvir que se é amado é gostoso, mas, sentir-se é indescritível.

De tal forma, espero que os nossos beijos dados no escuro sejam sempre luz e os abraços com pulos e pernas enganchadas na cintura criem lembranças de como nosso amor sempre foi tão compreensível. E assim, que o nosso estado de amor tenha como dança principal o carinho. Pois, hoje em dia, talvez o carinho não seja necessariamente o que as pessoas acham que é. O carinho pode ser um sorriso, uma sensação de proteção, um beijo no escuro ou até mesmo um abraço que tire os pés do chão. O carinho é gostoso quando a outra pessoa sabe bem o significado da palavra proteção e assim a executa só com os olhos. Retribuição espontânea da troca considerada a mais gostosa do mundo, o carinho é muito mais do que um simples afago atrás da orelha. Cuidados e anseios divididos com o único objetivo de apaziguar a única pessoa que realmente sabe como ficas linda se refazendo antes de dormir.

Assim sendo, que o nosso amor continue leve e doce, como se não precisássemos nos preocupar com a eternização dele, mas, com cada instante de aconchego e reciprocidade. E que, musicalmente calmos, a gente busque a nossa eternidade a cada semana. Pois a única certeza que tenho, é que a alegria que sinto ao seu lado é linda.

"
~

Frederico Elboni


posted on 6 hours ago · reblog

posted on 2 days ago with 3 notes · reblog

posted on 2 days ago with 4 notes · reblog
"Se não quiser, não sorria. Não minta sua dor, me abraça, me conta tudo. A gente resolve, a gente resolve tudo com amor."
~ Caio Augusto Leite 

posted on 2 days ago with 27,748 notes · via · source · reblog

posted on 2 days ago with 2,873 notes · via · source · reblog
"Quando você realmente amar alguém e for recíproco, você vai ver como é bom amar. Pra amar não precisa namorar, e blá blá blá, mais o namoro é a melhor forma de expressar o sentimento, quando você sentir suas pernas tremerem, sua barriga gelar, teu corpo ficar mole, aí sim você vai entender a magia de amar."
~ Dom Quixote.  

posted on 2 days ago with 55,361 notes · via · source · reblog
"E as coisas lindas, são mais lindas, quando você está."
~ Nando Reis  

posted on 2 days ago with 35,679 notes · via · source · reblog

posted on 3 days ago with 6,873 notes · via · source · reblog

posted on 3 days ago with 51,602 notes · via · source · reblog
"Se perdeu, procure
Se é seu, segure
Se tá mal, se cure
Se é verdade, jure."
~ Lenine  

posted on 3 days ago with 5,838 notes · via · source · reblog

posted on 3 days ago with 341 notes · via · source · reblog

posted on 3 days ago with 74 notes · via · source · reblog
"Hoje, sentado, lendo um texto em frente ao computador lembrei de todas as minhas historias de amor, algumas paixões de verão e ate mesmo aquela primeira namorada, que hoje apesar de gata, era muito engraçada…
Meu primeiro namoro como de muitos, não foi muito legal conheci minha primeira namorada pela internet, e nem deu tempo pra se tornar algo especial
A primeira vez que vi ela foi em um belo final de tarde, apesar de fazer um certo tempo, lembro que ficamos andando na rua de mãos dadas, eu gostava do sorriso dela, e ela sorria das minhas piadas, ate das mais sem graça.
Um mês depois acabou, não sabíamos o que fazer naquele tempo mais fico feliz e sorrio mesmo assim quando lembro de cada momento.
Um bom tempo depois, conheci o que viria a ser minha segunda ou primeira namorada de fato, não tivemos tempo pra conhecer os costumes ou gostos um do outro, mais todo tempo que passávamos juntos parecia que era pouco. Passei os melhores momentos daquele ano ao lado dela, a beijei na chuva no primeiro encontro, no segundo a fiz matar aula para ir comigo ao cinema, comprei pra ela uma aliança e prometi que estaria sempre ao lado por perto, um mês depois eu já não estava mais ali, foi uma coisa rápida e me pergunto ate hoje o por que não entreguei mais de mim a esse relacionamento, mais acho que valeu apena de qualquer forma todos os momentos.
Pouco tempo depois conheci outra pessoa incrível, que jurava ser meu primeiro “amor a primeira vista”, demorei uma hora pra saber que todo dia ao lado dela seria louco, mais o louco sempre me atraiu, passei um mês ao lado dela e infelizmente a distancia entre nos não resistiu.
Poise, lembra da menina que eu dei a aliança? poise, ela voltou pra minha vida alguns messes depois, ela havia mudado incrivelmente, mais tinha uma coisa que ate hoje e igual a primeira vez que conversamos, ela sorri com as minhas brincadeiras mais bestas, e para minha surpresa ainda tinha aquela aliança guardada, posso confessar que isso me surpreendeu, passei mais um mês incrível ao lado dela e agradeço ate hoje por todas vezes que tive o prazer de dividir o mesmo ambiente com ela, embora ela não saiba, e encantadora e me fazia sempre querer um pouco mais …
Pouco tempo depois tive a sorte de conhecer a garota mais incrível que já vi na minha vida, passei alguns messes longe ate ter a chance de passar um dia perto dela, mais foi ela que despertou tudo de bom que tenho hoje em mim, foi pra ela que eu dediquei o por do sol mais bonito que já vi, foi pra ela que escrevi o melhor texto, e foi ela que viu os meus melhores sorrisos, não consigo falar muito dela pois a maior descrição dela sou eu e pensando bem, sempre que falo de mim tem um pouco dela também, tínhamos destinos parecidos como o sol e a lua, quando eu saia de cena ela entrava, e o eclipse? o eclipse que vivemos foi a prova que o amor realmente existe, espero um dia que ela volte, mais se não voltar vou brilhar o mais forte que puder, só pra ela saber que não importa o quão longe ela esta, ainda sim e um motivo pra mim continuar…
A todas vocês que fizeram parte da minha vida, sem vocês eu não seria nada, e dedico tudo que eu sou hoje a cada uma e sempre que vocês me encontrarem, pensem que novamente e a primeira vez, vou sorrir como muleque, pois adoro o sorriso de vocês…"
~ Daniel Marcelo

posted on 3 days ago · reblog
"

Hoje, sentado na varanda da minha casa me lembrei de uma ex namorada minha. Ou de todas. Pensativo, cultivei em mim todas as saudades que elas ainda me cedem e resolvi sorrir com isso. Como sempre faço quando lembro de como é gostar de alguém.

Hoje talvez exista outro cara dividindo a cama contigo, contando as mesmas piadas que eu te contava e mordendo o lóbulo da sua orelha – ainda se morde lóbulos de orelha? Na verdade, eu sei que existe, mas só quis criar uma hipótese para parecer mais descolado. De qualquer forma, só espero que ele saiba o quão você gosta de café, e assim, apreciar o charme que é você segurando a xícara com as duas mãos como se estivesse protegendo a Rainha da Inglaterra. Espero também que ele tenha noção de como você não gosta quando te mordem muito forte. E, claro, que ele saiba como você gosta de fazer sexo em lugares inusitados. Quer dizer, acho que essa parte ele nem precisa saber.

Talvez, se hoje eu te conhecesse de novo, ficaria contigo mesmo se você fumasse dois maços de Derby. Por dia. Não porque eras linda e me chupava com aquele olhar de “te devoro”, mas porque depois de viver um pouco enalteci as qualidades que você tinha. Coisas da vida. Que, como sabes, não me arrependo. Eu tinha que viver, viajar e me despertar à vida. Você sabe que era o melhor pra mim e, esse respeito que você teve pelo meu momento é, com certeza, um dos meus maiores motivos de orgulho de ter sido teu namorado.

Por mais que eu não tenha pintado a bunda de vermelho e declamado nosso amor em rede nacional, saiba que, no auge das minhas poucas palavras você pintou de mão colada comigo um pouco da minha história. Espero que lembres de mim como lembro de ti, dos detalhes, das viagens e, claro, das roupas e sapatos que eu tanto reclamava. Lembra como eu era pentelho? Eu mudei um pouco, mas admito, continuo achando pés algo de seres de outro planeta. E sim, também continuo achando que uma minissaia perde seu charme quando o intuito é convencer alguém, somente com aquilo, que ali existe um mulherão.

E, acredite se quiser, ainda guardo todas as nossas fotos. Não por algum motivo especial, ou por devaneio louco, mas porque acho gostoso lembrar das nossas histórias e pontuá-las como fases necessárias em uma vida de momentos tão felizes. Espero que guardes também. Mas, se não o fizer, pelo menos não as jogue fora, revelei todas com tanto carinho…

Então, hoje no auge do meu pouco afeto, te digo: nunca vou te esquecer. Até porque não tenho problema de memória. Você me ensinou tanta coisa, a ser um homem mais sorridente e feliz por curtir os pequenos prazeres da vida. Queria ter curtido mais você, confesso, ter lhe dado mais atenção e me preocupado menos com o trabalho. Mas talvez, esse texto seja um pouco do que eu tanto quis pra mim. Espero que estejas com orgulho de mim.

Saiba que meu beijo continua doce, meu sorriso espraiado e meu puxão de cabelo com a mesma firmeza de sempre – dizem. E como sei que você gostaria de saber: sim, ainda durmo rente a parede e ocupo metade da cama. Ainda gosto do frio e ligo o ar no mais gelado só para camuflar-me por baixo das cobertas. Ainda falo gesticulando com as mãos e gosto de brincar de lutinha todos os domingos de manhã. E, claro, ainda pareço uma criança quando fico doente.

Eu que sempre fui poeta da minha própria vida, espero sempre guarda-te na estante dos meus melhores feitos. E, que ao final desse texto, você sorria. Sem medo de eu estar te vendo. Só sorria com simples objetivo de saber que os nossos momentos serão sempre nossos. A gente foi um sonho que passou, mas seremos sempre uma lembrança-sorriso dentro dos nossos, um dia juntos, corações.

"
~

Uma carta para a minha ex-sempre-namorada


posted on 3 days ago · reblog